RADAR Importação e Exportação? O que é?

O Brasil possui um dos processos de exportação mais burocráticos do mundo, apresentando diversas etapas e passos que precisam ser seguidos à risca para evitar possíveis multas. Um dos pontos que mais gera confusão é o RADAR, se ele é mesmo necessário, quais os documentos importantes para emitir o mesmo e se a contratação de um despachante especializado é realmente precisa..

Por se tratar de um ponto essencial do processo de internacionalização de um negócio, decidimos então desenvolver esse artigo com o intuito de esclarecer essa situação de forma definitiva!

radar importação exportação

Afinal, o que é o RADAR?

O Registro e Rastreamento da Atuação dos Intervenientes Aduaneiros, também conhecido como RADAR, funciona como uma habilitação para fazer o transito de mercadorias, com essa documentação em dia, a empresa se torna apta para executar processos de importação e exportação avaliados em mais de três mil dólares, valor que é limite para ações sem o RADAR, mesmo quando feitas via o Importa Fácil dos Correios.

Na prática, o RADAR é uma ferramenta aplicada pela Receita Federal para fazer o gerenciamento das ações financeiras executadas, prática que reduziu grandemente o número de operações ilícitas sendo efetuadas.

Como Posso Habilitar o RADAR?

Solicitar a Habilitação do RADAR EXPRESSO, modalidade mais básica do registro, é bastante simples, porém deve ser feito com cuidado e cautela. Os documentos necessários são:

  • Documentos de Identidade dos Sócios (RG ou CPF);
  • Contrato Social (É necessário que no contrato fique claro quem será o responsável legal pela solicitação);
  • Alvará de Licença da Empresa;
  • Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais (DCTF);
  • Certidão de Cadastro da Junta Comercial;
  • Cópia do contrato de locação ou posse do imóvel onde a empresa atua;
  • Cópia de conta telefônica ou de energia elétrica;
  • Carnê de IPTU do ano anterior quitado.

É bastante comum ouvir sobre despachantes aduaneiros que emitem o RADAR para você e se responsabilizam por encaminhar toda a burocracia, embora seja uma comodidade para o empreendedor, tal investimento pode ser um custo evitável, principalmente se levarmos em consideração os preços nada amigáveis que são cobrados.

Fonte: Receita Federal

Conheça A Narwal Sistemas

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. 10 de maio de 2018

    […] começo de sua carreira como exportador e, as vezes, mais barata do que a criação de um registro RADAR para o seu negócio. A NARWAL Sistemas tem vasta experiência em ações de importação e […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça Mais Sobre a Narwal Sistemas!