KPI no Comex: o que é, benefícios e quais são as principais [Guia]

O que é KPI no comex, importância e quais são os mais utilizados

Os indicadores KPI no comex são parte importante do desenvolvimento das empresas de comércio exterior, uma vez que ajudam a gestão a identificar pontos de melhoria do negócio e a qualidade dos serviços prestados.

Essas métricas, quando adaptadas para processos de comex, são, ainda, direcionadas especificamente para as demandas do ramo, com processos diferentes de KPIs de outras áreas de atuação, por exemplo.

Ainda, o uso dos KPIs para empresas de comex traz uma série de benefícios e é muito importante para fazer o seu negócio dar certo, com estratégias que são assertivas e comprovadas.

Se você ainda não faz uso do KPI no comex, talvez seja hora de começar a se atentar para essa demanda — e Narwal Sistemas pode ajudar o seu negócio com essa!

Acompanhe abaixo o guia completo que preparamos sobre o uso de KPIs no comércio exterior, bem como a lista dos principais indicadores para serem usados no dia a dia da sua empresa.

Aproveite para tirar todas as suas dúvidas. Boa leitura!

KPI no Comex: o que é e para que serve?

Antes de tudo, vamos começar entendendo o que são KPIs?

Sigla para Key Performance Indicator, que em tradução livre significa indicadores-chave de performance, os KPIs são um conjunto de métricas utilizadas para analisar os processos usados pela sua empresa, bem como a eficiência dos mesmos.

Por meio desse monitoramento, é possível identificar onde a empresa está acertando, e onde está precisando melhorar, para manter ou alcançar os resultados planejados.

Na área de comex, os KPIs são desenvolvidos especialmente para acompanhar as demandas da área, adaptados para medir desempenhos que envolvem transações internacionais, operações logísticas, e solicitações afins.

Importância e benefícios de usar KPI no comex

KPI no Comex: o que é, benefícios e quais são as principais [Guia]

Não somente entender o que são os KPIs, é fundamental que os empresários saibam por que usar essas métricas no cotidiano corporativo.

Dentro do ramo de comex, as operações de importação e exportação podem trazer uma série de complexidades, e que demandam atenção principalmente quando falamos de prazos de entregas, lucros de operações, e questões afins.

Ainda, os indicadores-chave de desempenho são indispensáveis para que possam ser feitos comparativos entre antigos processos e seus resultados em números e dados, ajudando a acompanhar o crescimento ou a volatilidade do mercado.

Principais KPIs em comex

Esses indicadores, depois de terem se popularizado no mundo empresarial, passaram por uma série de adaptações e evoluções, acompanhando as tendências das áreas em que são empregados e sendo associados a diversas ferramentas e outras tecnologias.

No comex, existem alguns indicadores principais e que estão sempre presentes nos processos das empresas do ramo.

Confira abaixo alguns dos KPIs mais utilizados:

SLA

O SLA, ou Service Level Agreement, que também pode ser traduzido como acordo de nível de serviço, é justamente o que o seu nome em português sugere.

Aqui, nos referimos a um consenso entre o importador e o seu provedor logístico para uma resolução aceitável acerca de uma demanda, principalmente no que diz respeito a prazos de entrega.

Curva ABC

Para gestão de estoques, esse tipo de KPI no comex é considerado muito eficiente, uma vez que ele ajuda a classificar as mercadorias disponíveis conforme a sua relevância em estratégia para a empresa.

Assim, com o uso da curva ABC, o negócio de comex pode entender melhor como estão sendo aplicados os seus recursos e ter um melhor direcionamento do seu plano de compras a curto e médio prazo.

Transit time

Como o seu nome sugere, o transit time é um tipo de KPI que calcula quanto tempo uma determinada carga fica em trânsito.

Com essa métrica, fica muito mais fácil acompanhar e determinar um prazo aceitável para a entrega da mercadoria, ajudando a empresa a cumprir deadlines e manter a satisfação do cliente.

Precisão do pedido

Para evitar, ou saber lidar com eficiência, com casos de overstock, um KPI de precisão de inventário é fundamental.

Aqui, a métrica ajuda a avaliar ou prever possíveis erros de estoque, que podem acusar excesso ou falta de mercadorias.

Ainda, contar com essa ferramenta ajuda a evitar a demurrage de container e outros processos alfandegários que atrasam processos.

On time, In full (OTIF)

Esse é o KPI logístico que ajuda no alcance de entregas perfeitas feitas pela empresa.

Com o OTIF, o indicador ajuda a quantificar quantas cargas foram entregues no prazo e quantas atrasaram, além de analisar devoluções e feedbacks dos clientes, sempre com o propósito de melhorar processos de entrega.

Lead time (tempo médio)

Calcular o tempo médio de processos de importação é fundamental nesse ramo — e existe um KPI no comex destinado especialmente para isso.

O lead time avalia a média de tempo que o embarque fica parado em cada etapa da operação, além de fazer comparações em eventos importantes, tornando a logística da empresa um pouco mais previsível.

Custos de transporte

Os custos de transporte não são um KPI propriamente dito, mas uma série de demandas dentro de processos logísticos que devem ser observadas com atenção, para que a empresa possa quantificar melhor suas despesas.

Quando falamos de custos de transporte no comex, nos referimos a itens como:

  • custo total;
  • tempo de carga e descarga;
  • não conformidade de entrega;
  • receita por quilo transportado;
  • índice de entregas com avarias;
  • valor de multas por quilômetros rodados;
  • relação entre faturamento e gastos com combustível.

Canais de parametrização

Aqui, é feita a porcentagem de embarques da empresa que caem nos chamados canais de parametrização dos processos de desembaraço aduaneiro: amarelo, cinza, verde ou vermelho.

É fundamental o trabalho desse KPI, uma vez que ele ajuda a prever custos de armazenagem nesse processo, bem como elaborar estratégias para gargalos nas entregas.

Como escolher e mensurar os indicadores (KPI) no comex?

KPI no Comex: o que é e para que serve?

Não basta somente conhecer quais são os indicadores: para que o uso dessas métricas deem certo, é fundamental definir bons KPIs, até porque talvez alguns deles não façam muito sentido para o seu negócio.

Compreender bem como funciona o processo logístico da sua empresa é essencial na hora de escolher os KPIs a serem integrados no cotidiano do seu negócio; identificar as dores operacionais também faz parte de uma escolha assertiva.

Conheça as ferramentas disponíveis na Narwal e otimize seus resultados de importação e exportação!

Elimine 100% das planilhas da sua operação de comex

Conclusão

No artigo de hoje, você conferiu o que é KPI no comex e de que forma essas métricas podem ser melhor aplicadas nos processos da sua empresa.
Quer mais dicas? Confira o blog completo de Narwal Sistemas e fique sempre atualizado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *